Felicidade é construir e entregar um bem a quem bem ele fará

Acordo. Agradeço. Dirijo-me ao meu cantinho de oração (se eu estiver na minha casa) ou a uma janela qualquer para enxergar além (se em outro lugar eu estiver). Junto as mãos em prece, fecho os olhos, peço, escuto em silêncio o silêncio... Respiro longamente, abro os olhos. Leio algo inspirador. Só então sigo para o café da manhã e leio o jornal - se for o Valor Econômico, melhor. Assim é o começo de cada um dos meus novos dias.


E esta rotina pacifica a incerteza sábia que me move. Porque o ânimo aumenta e, com ele, cresce a motivação para o fazer. Porque viver é fazer. Vive bem quem faz bem o que faz. E vive bem quem faz bem o bem. Aristóteles já falava algo assim, hoje mesmo o li em "a felicidade consiste em fazer o bem". A TIME também já falou sobre isso, veja aqui.

Mas fazer bem significa preparação, estudo, dedicação, oportunidade, escolhas, decisões. Não basta querer. Há de haver qualidade, padrão, profissionalização, seriedade e consistência no nível da entrega do bem para que este seja, sim, um completo e efetivo "bem".

E fazer bem o bem significa olhar através dos olhos dos outros. Significa procurar e encontrar o bem que cada um sabe fazer bem para entregar a quem mais precisa daquele bem. No tempo e na medida certa!

E podemos estar falando do bem social ou do bem econômico, ambos bens são. O que ajuda um outro é um bem. Doado ou vendido, desenvolvido e entregue o que um precisa e não tem, bem é. Software? Claro!

Felicidade é construir e entregar um bem a quem bem ele fará... (e não é exatamente este o nosso propósito?...)

Comentários