Se a tecnologia for realmente disruptiva, mercado haverá

Sim, do ponto de vista de vendas, é melhor conceber e desenvolver software a partir de uma necessidade já verificada de um mercado. Sim, fica mais fácil vender quando a definição da necessidade e do público-alvo está feita, bem-feita. Sim, fica muito mais fácil vender quando o software é útil, competente e preciso na ajuda que dá para resolver uma necessidade claramente prioritária e específica de um mercado significativo, bem definido.

Mas não transformemos esta verdade em um dogma inquestionável. Se você e seus associados estão convictos que estão desenvolvendo uma inovação realmente "disruptiva", se vocês tiveram a inspiração, têm o preparo e as condições e sabem como fazer para desenvolver a tecnologia (embora ainda não saibam quem a usará), sigam. Se a tecnologia for realmente disruptiva, mercado haverá.

Mas certifiquem-se com muito cuidado se disruptiva é mesmo a inovação que têm à mão:  “tecnologia disruptiva ou inovação disruptiva é a inovação tecnológica que utiliza uma estratégia "disruptiva", em vez de "revolucionária" ou "evolucionária", para derrubar uma tecnologia existente e dominante no mercado” (Wikipedia). Assim é o projeto de vocês?

Neste cenário, percebam que estarão lidando com muita incerteza e fôlego precisarão ter. Fôlego e confiança - a do time, coeso, e a de quem poderá ajudar, de sócios e associados a mentores, professores, consultores e investidores.

Fácil? Não. Especialmente no que diz respeito a investidores. Parece ser mais fácil encontrar investidores (os que investem hoje para ter ganhos amanhã) do que investidores "de risco". Contrassenso? Se lembrarmos a definição de capital de risco, um sim poderia ser a resposta: "capital de risco é dinheiro fornecido pelos investidores para o arranque das empresas (startup) com potencial de crescimento percebido a longo prazo. É uma fonte muito importante de financiamento para iniciantes que não têm acesso aos mercados de capitais. Normalmente implica em alto risco para o investidor, mas tem potencial de retornos acima da média." (Investopedia)

Risco também terá quem achar que tem uma disrupção tecnológica em mão sem ter. Risco também terá quem não tiver um forte e preparadíssimo grupo de apoio, inclusive investidores de risco, ao seu lado. Risco também terá quem fôlego perder. Mas se estes riscos não refletirem vocês...

Comentários