Seu marketing é espelho do que é prioritário para os seus clientes? Vende?

"Não" aos estereótipos e à venda que não vende...
Para fazer uma bela e efetiva campanha de marketing, junte seu pessoal de marketing, vendas e desenvolvimento numa sala e deixe-os discutir livremente por um dia. Pode ser um sábado, pode ser um dia útil, isso você decide. Como executivo, esteja presente, mas não interfira. Observe o que cada um vai priorizar, observe que cada um vai privilegiar um aspecto: 

- o Marketing preferirá trabalhar o meio/mídia, a mensagem e a imagem;
- Vendas optará pela discussão dos resultados (e, se desatento ao foco da reunião, poderá se concentrar nas dificuldades da abordagem aos clientes);
- o pessoal de Desenvolvimento escolherá falar sobre o produto/serviço em si. 

A interseção entre mensagem/meio/mídia/imagem, resultado e produto/serviço representará o extrato do melhor a explorar numa campanha de marketing. Mas esta interseção só será realmente efetiva se "todos olharem através dos olhos dos clientes". Seu pessoal demonstra ter este olhar? Ou mantém-se comodamente no seu próprio e particular (suposto) "domínio" de área? Observe...

Para ter e manter o "olhar do cliente", a interseção, fruto da reunião e da discussão, deverá ser crivada e validada com uma pergunta sua: a interseção entre mensagem/meio/mídia/imagem, resultado e produto/serviço espelha um problema específico e prioritário dos clientes (reais e potenciais)? 

Mais ainda: ela claramente demonstra resultado concreto para um problema específico e prioritário dos seus clientes através do uso do seu produto/serviço?

Não ao Marketing sozinho. Não a Vendas sozinho. Não ao Desenvolvimento sozinho. Quer que o mercado "o entenda"? Comece a olhar através dos olhos do cliente.

Comentários