Quem tem mais força e poder, o comprador ou o vendedor?

Quem tem mais força e poder? O eleitor ou o eleito? O seguidor ou o líder? O aluno ou o professor? O comprador ou o vendedor de software?

Não se apresse a responder, porque esta é uma pergunta que contém dinâmica, além dos estados estáticos das posições.

Na pressa, um daria um sorriso de desprezo pela própria pergunta e traria um "claro!" à sua opção. Diria que "claro que" o eleito, o líder e o professor têm mais força e poder. E pediriam um pouco de mais tempo para pensar sobre quem tem mais poder entre comprador e vendedor.

Está errado quem pensa assim? Não necessariamente, "mas" a observação dos fatos está limitada a estados "estáticos". Depois de eleito, o eleito tem mais poder. Se lhe seguem, o líder tem mais força. Se está na posição de ensinar, o professor "domina" uma turma. Sim?

Mas... "dinamicamente", é o eleitor quem "define" quem será o eleito, é o seguidor quem "escolhe" o seu líder e é um aluno quem "aceita" ou não ser ensinado por um professor...

O eleito, líder ou professor que esquece a dinâmica dos estados corre o grande risco de deixar de ser eleito, líder e professor. Ingênuo foi ao esquecer que a vida é contínuo movimento (dinâmica!), momento a momento...

E quanto ao comprador e vendedor de software, quem teria mais força e poder? O comprador é o decisor da mudança de estados da relação: da pré-venda para a venda e da venda para a pós-venda, que pode gerar nova pré-venda, e venda, e pós-venda, numa dinâmica de recursão infinita - ou não. Sendo assim, ele, o comprador, tem mais força e poder, sim?

Mas... o comprador de software precisa e deseja ter relações estáveis com vendedores que merecem a sua confiança. O comprador precisa e deseja se relacionar com vendedores que conheçam muito bem o seu contexto (sua realidade, seu segmento econômico, seu negócio) e possam concretamente ajudá-lo a resolver problemas específicos e prioritários que ele tem, com produtos e serviços de consistente qualidade, que reduzem os custos de ineficiência que hoje lhe tiram o sono. Enquanto não encontra vendedores assim, o comprador vai adiando ou barganhando as suas compras como pode, porque ainda não vê real / ideal opção...

Se é assim, quem tem mais força e poder, o comprador ou o vendedor de software?

Comentários