É o resultado do cliente que nos traz resultados!

Há o vendedor que quer o bem do cliente e há o vendedor que quer o seu próprio bem.  Os dois quereres são legítimos, compreensíveis. Mas um deles leva à consistente superação, enquanto o outro, no máximo, chega às metas.

E a palavra "meta" tem destaque no vocabulário e na lógica de qualquer vendedor. É nosso objetivo, compromisso, obrigação. Trabalhamos para chegar até ela, batê-la, superá-la. Mas, curiosamente, se ela é centro e "única" visão, perdemos de vista a prioridade da vida e do trabalho em comum: a de um servir ao outro no que tem de melhor para servir!

Feliz 2016!
E isso o vendedor que quer o bem do cliente sabe muito bem. Consegue olhar através dos olhos do cliente, sentir o que ele sente. Querer o bem do cliente leva o vendedor a agir com mais tranquilidade, paciência, tempo e real alegria no atendimento ao cliente, "com foco no resultado do cliente".

E não é justamente o resultado do cliente que nos traz resultados?

***

E um cliente potencial me fala hoje pelo telefone: "vi o resultado da sua metodologia nos meus competidores, é o que minha empresa precisa, e vamos fazer o curso."  E tantas vezes já ouvi isso, mas sinto e sei a importância daquele momento para cada cliente que assim fala - e ouço-o com total atenção! Sim, que bom... estou entre os vendedores que querem o bem do cliente... e os clientes sentem isso...

Comentários