Não esqueça

Dias melhores virão? Virão, ou não? Mas não espere. "Quando" dias melhores virão para os seus sonhos, para os sírios, para os europeus, para os brasileiros, para a economia, para a sua empresa, para quem e o que for, não se sabe ao certo, sim? Enquanto não chegam, observe tudo muito bem para não esquecer depois o que se passou e o que você aprendeu deste tempo.

A esperança não anda sozinha, precisa de visão, da ação. Observe, reconheça, investigue, veja e seja seu campo de aprendizado. Bem ou mal, ascendendo ou descendendo, iniciando ou terminando, esperançoso ou aflito, não esqueça: qual é o aprendizado?

O momento é de esperar "e" de não esperar. Se não agora, quando? Se agora, o que então? O contraditório se encontra no aprendizado de que o ontem que você vai falar amanhã é o hoje, aqui e agora.

Como você falará deste ontem amanhã?

Comentários