Há muita gente querendo comprar o que a gente tem para vender

Se o seu produto ou serviço atende bem a uma necessidade específica e prioritária de um nicho de mercado, é possível que haja muita gente querendo comprar o que você tem para vender. Se não estão chegando até você, você é o responsável por isso. Não está se deixando ver como é.

Qual é o seu público-alvo? Qual é o seu diferencial competitivo? Qual é o benefício que o mercado pode ter a partir das métricas de resultado de uso do seu produto ou serviço? O que seus clientes ganham ao pagar pelo seu software, qual é a diferença positiva entre o ganho financeiro concreto da eficiência e o custo total da implantação? O cliente vê com clareza que é maior o custo da não compra do que o custo da compra?

É por tanto vendedor ainda hoje usar a venda tradicional de software que o mercado comprador tem muito pequena ideia do quanto ele perde hoje, neste minuto, em ineficiências nascidas do não uso intensivo do que pode ser automatizado. 

O vendedor é você, sou eu, é ele, é ela, somos nós. Como tal, cabe-nos assumir com inteireza a importante missão de ajudar o cliente a comprar.

Comentários