Você olha através dos olhos do outro?

O que faz uma pessoa responder de uma forma e outra de outra? O "olhar"... O olhar faz toda a diferença...

Se a pessoa olha através dos olhos do outro, ela consegue ir além das palavras do outro, porque tem atenção plena no que o outro fala, está atenta no como o outro fala (a entonação, lembra?) e no que o outro deixa de falar. Se a pessoa olha através dos olhos do outro, ela tem sensibilidade, abertura e clareza para compreender o que o outro quer, precisa ou tem como objetivo. Se a pessoa olha através dos olhos do outro, ela responde ao que o outro pergunta com objetividade, demonstrando concretamente de que forma pode ajudá-lo. Se a pessoa olha através dos olhos do outro, ela prioriza o que pode ser construído com o outro para o bem comum.

Se a pessoa não olha através dos olhos do outro, ela não consegue ir além das palavras do outro, porque está desatenta - mais preocupada em falar o que sabe do que ouvir o que precisa para contextualizar a realidade. Se a pessoa não olha através dos olhos do outro, ela não tem sensibilidade, abertura ou clareza para compreender o que o outro quer, precisa ou tem como objetivo. Se a pessoa não olha através dos olhos do outro, ela não responde ao que o outro pergunta com objetividade. É evasiva, não interage, não responde ao que foi perguntado, não demonstra concretamente como pode ajudar o outro. Se a pessoa não olha através dos olhos do outro, ela não prioriza o que pode ser construído com o outro para o bem comum, interesses unilaterais prevalecem.

Não olhar através dos olhos do outro é se manter na fronteira dos lados, das suposições, do óbvio menor, das defesas e desconfianças que um e outro têm.

Olhar através do olhos do outro permite a visão maior do contexto, da realidade, da oportunidade e terreno para a edificação de uma relação maior. Olhar através do olhos do outro é um dos pilares da confiança que o outro pode ter em nós.

Comentários

Postar um comentário