Obedecer: sim ou não?

Num momento em que todos querem participar de tudo, falar de obedecer parece um absurdo, não é?

Não, não é.

Quem está numa empresa, numa escola, num projeto, num grupo com um objetivo comum, seja ele qual for, deve se sentir bem e entender o porquê de obedecer.

Obedecemos a quem nos ensina. Obedecemos a quem sabe o que queremos saber. Obedecemos porque confiamos no exemplo e nos éticos valores, princípios, ideias, ações e ideais daquele que nos ordena.

Quem está num momento/período/situação de aprender - e não de ensinar - deve obedecer. Simples assim. Como tentar ensinar o que não se sabe? Vê a ingenuidade, imaturidade e até arrogância em que se vê maior e mais conhecedor do que os outros reconhecem nele? Para os ingênuos, imaturos, arrogantes, resta a perda de tempo pela incapacidade de reconhecer que o momento é de aprender... Que o momento é de falar menos, observar mais, contemplar, absorver, trabalhar muito, experimentar as regras e comprovar as suas consequências... até para poder mudá-las num futuro próximo...

Quem aprende por ter disciplina para obedecer a quem bem deve e no momento que lhe cabe, cedo passa a ensinar, definir. Da obediência passa ao comando, ao domínio e ao compartilhamento do conhecimento que quis ter, e teve...

Comentários