Quem cresce + rápido? ( ) criança ( ) empresa

Imaginem se um bebê tivesse que ficar em pé antes de se virar, engatinhar e sentar. Ele conseguiria? As perninhas dele conseguiriam segurar o corpo ereto? Não. Mas a natureza é tão perfeita que, intuitivamente, sem qualquer tipo de instrução, o bebê se movimenta de forma coordenada. Primeiro deitado, aprende a virar . Depois, com maior apoio, aprende a sentar. Engatinha. Depois fica em pé. Daí a andar e a correr.. Com algumas quedas no caminho, claro, mas tudo parte do processo natural do movimento autônomo, sadio.

Empresas não são intuitivas assim. Correm para definir um posicionamento antes mesmo de observarem, com atenção, onde estão. Baixam a cabeça no que têm a fazer antes de ter uma panorâmica do que, como e para quem podem fazer melhor. Querem correr sem antes praticar / aprender a virar, sentar, engatinhar e andar..

Pensamos demais, observamos de menos. Teorizamos demais, praticamos de menos. Falamos demais, mas perguntamos, ouvimos e demonstramos de menos.

Crianças podem ensinar muito às empresas. E a nós, adultos.. Elas observam, praticam, perguntam, ouvem e demonstram o que sabem, o que aprendem, o que aperfeiçoam.. Fazem isso o tempo todo. Sem travas, elas "crescem" muito mais do que nós, crescidos, responsáveis por empresas que querem, mais que tudo, crescer..

Comentários