Não perca tempo com auto-piedade

Algumas pessoas (vendedores de software e todos) são genuinamente alegres, pacientes, inteligentes, etc. São como são, naturalmente. Não vou entrar nem no conceito do "mais" (mais alegres, mais pacientes, mais inteligentes..), porque aí correríamos o risco de ver as pessoas no formato de uma imagem comparativa ideal, quando nosso foco é como as pessoas são concretamente (e não como gostaríamos que elas fossem). Mas, não importa como sejam, o fato é que todas essas pessoas vão passar por fases de sofrimento e felicidade, perdas e vitórias, insucessos e sucessos, frustrações e alegrias nesse espaço de tempo que cada um ganha entre nascimento e morte (ou ingresso e saída da sua empresa, se pensarmos exclusivamente em trabalho..).

Lidar com felicidade, vitórias, sucessos e alegrias é fácil. Mas lidar com sofrimento, perdas, insucessos e frustrações, não. O choro (mesmo aquele onde a lágrima não cai) dói, desequilibra, tira a gente de onde temos o "direito" de estar. Sim? Não.. Porque não há vitória sem derrota, não há felicidade infinita. E o que pior podemos fazer quando estamos num momento difícil e triste é ter "auto-piedade". E, se formos investigar a causa de todas as causas, o desconfortável sentimento de "auto-piedade" ("por que comigo?", "o que foi que eu fiz?, "eu não mereço isso", etc.) é "a causa" da maioria das carências e inseguranças que nos acompanham.. e o pior (o que menos ajuda) sentimento, pensamento e/ou reação que alguém pode ter quando quer/precisa superar a destruição vivida nas horas de sofrimento.

Se, acompanhado pela auto-piedade, o sofrimento pode minar a confiança na sua própria recuperação, há um outro lado, muito mais saudável: ver o que está acontecendo pelo que está acontecendo, puramente. Nesta segunda visão, podemos chegar à conclusão de que quanto maior a destruição, quanto maior a perda hoje, maior poderá ser o alicerce que será construído a partir de agora e mais bem fincada poderá ser a sua recuperação amanhã.. Quanto mais espaço houver para as raízes da nova construção da sua vida, mais chances este novo começo terá de gerar nova felicidade..

Não há derrota sem aprendizado. Se neste momento você se encontra numa ressaca da sua vida pessoal ou profissional, mais uma vez, observe à sua volta. Localize-se. Não rejeite a situação, porque isso pouco ajudará de fato.. só aumentará sua emoção negativa. Tente realmente entender o que está acontecendo, todos os aspectos. "Se nós pudermos realmente entender o problema, a resposta surgirá, porque a resposta não está separada do problema" (J. Krishnamurti).. Entenda, sinta e aja.. completamente.. diferentemente.. 

Nenhuma ressaca é infinita. Nenhum sofrimento é infinito. Observe-se. Trabalhe. Dedique-se "muito". Supere-se. Mas, não, não perca tempo com auto-piedade... Isso você não merece...

Comentários

  1. Muito legal seu texto !
    Super proveitoso seu curso hoje aqui em Natal, ganhaste vários fãs por aqui.

    Parabéns e continue assim, super motivada e cumprindo com sucesso sua missão: Fazer a gente vender mais softeware.

    Abraços,
    Leonardo Annes :^)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Leonardo! Foi um grande prazer estar e trabalhar aí com vocês!

      Excluir

Postar um comentário