Confiança não se pede. Confiança se ganha.

Quem sempre diz aos outros "confie em mim" está, na realidade..
- pedindo (mais!) tempo..
- querendo que o outro pense/aja como ele..
- pedindo que o outro pense/aja como ele por causa dele..
- querendo a aprovação do outro.. 
- sem saber como mostrar o porquê do pedido/pensamento/ação dele..

Se quem está falando é um vendedor (de software, no nosso caso), está, na realidade:
- pedindo (mais!) tempo..
- querendo que o outro compre dele..
- pedindo que o outro compre dele por causa dele..
- querendo a referência do outro..
- sem saber como mostrar o valor da oferta dele..

Será que quem merece confiança precisa pedir para o outro confiar nele? (não...)

Por que não demonstrar ao outro os porquês do que ele faz, fala e propõe e dar a liberdade aos outros de decidir sobre confiar ou não nele? (sim...)

Confiança não se pede. Confiança se ganha.

Comentários