sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

"A verdade bate na porta e você diz: "Vá embora. Estou procurando pela verdade". E ela, a verdade, vai embora."

Acabei de ler o livro "Zen and The Art of Motorcycle Maintenance", livro de filosofia com mais cópias vendidas no mundo (4 milhões, em 37 países), publicado em 1974 depois de 121 rejeições por parte de editores (ah, os supostos avaliadores, como podem se enganar...). A primeira tentativa de lê-lo foi no final da década de 80. Eu estava grávida, muito bem casada e iniciando um mestrado e uma vida completamente independente num país estrangeiro. O momento não era para lidar com o conteúdo denso do livro e abandonei-o antes da centésima página. Agora não. Agora pude lê-lo cuidadosamente, com atenção aos detalhes, entrando por algumas madrugadas adentro..

Menos do que analisar o texto (não poderia, não sou filósofa..), decidí montar uma colcha de retalhos com frases e perguntas que aparecem soltas no livro (entre aspas, com as mais importantes em negrito), junto a mais algumas perguntas minhas que surgiram na leitura (sem aspas). O ganho? Reflexão e alargamento da visão...

Primeira página, primeiro soco no estômago:
"Quem realmente pode lidar com o futuro? Tudo o que você pode fazer é projetar do passado, mesmo quando o passado mostra que tais projeções são frequentemente erradas. E quem pode esquecer o passado? O que mais há para saber?"

E por aí vai...
"O que é bom, e o que não é bom... Precisamos perguntar às pessoas para que elas nos digam?"

Dê "ênfase em "bom" ao invés de "tempo". Quando você faz essa mudança, a abordagem toda muda."

"A verdade bate na porta e você diz: "Vá embora. Estou procurando pela verdade". E ela, a verdade, vai embora."

"Estamos com tanta pressa a maior parte do tempo que nunca temos muito tempo para conversar. O resultado é um tipo de superficialidade diária, uma monotonia que leva a pessoa a pensar mais tarde para onde o tempo se foi. Agora que temos algum tempo, e sabemos isso, eu gostaria de usar o tempo para conversar com alguma profundidade sobre coisas que parecem importantes."

"A principal habilidade é não se perder."

"O que é melhor?"

O que faz você congelar durante uma conversa? Que tópicos não entram em discussão por causa de suas crenças e valores? Com quem isso acontece?

O que você não quer ouvir?

O que você não aceita ser confrontado com questões?

"Quais são os seus bloqueios mentais?" 

"Não existe sentido em procurar respostas que o outro não tem."

"Até o momento em que a pessoa percebe que tem uma real necessidade sentida, ele se ressentirá se receber ajuda."

"O desconforto físico é importante apenas quando o humor é errado. Quando o humor é bom e certo, desconforto físico não significa muito."

"Suposições rápidas são estúpidas."

"O mundo como você vê, neste momento e no exato lugar em que você está, é realidade. O mundo não tem existência fora da imaginação humana. O que temos é um conflito de visões de realidade."

"Esta é a fonte de problema. As pessoas tendem a pensar e sentir exclusivamente de uma forma e, fazendo assim, tendem a não entender bem e a subestimar a forma ou dimensão do outro. Ninguém está disposto a deixar a verdade como ele vê e não há um ponto em que essas visões são unificadas."

"Deixamos de ver algumas coisas porque elas são muito pequenas. Mas algumas coisas não são vistas  porque são enormes. Estamos ambos olhando para a mesma coisa, vendo a mesma coisa, falando sobre a mesma coisa, pensando sobre a mesma coisa, mas ele está olhando, vendo, falando e pensando de uma  dimensão completamente diferente."

"Familiaridade também pode cegar."

"Um pequeno problema de comunicação pode se tornar uma grande inquisição filosófica."

"Enchemos nossa mão da areia do infinito horizonte da percepção e chamamos o que temos na nossa mão de "mundo"."

"A compreensão clássica está preocupada com as bases para a classificação e o interrelacionamento de partes.A compreensão romântica é direcionada ao todo, antes da classificação começar. Ambos são caminhos válidos de olhar o mundo, embora irreconciliáveis um com o outro".

"Em vez de não superar o que foi perdido ou terminado, é também importante ver o que foi criado. E ver esse processo como um tipo de continuidade morte-nascimento que não é nem bom nem ruim, somente é."

"Para ver alguém, você deve ver o que ele viu."

"Quando olho meu trabalho vejo idéias. Pensam que estou trabalhando em partes. Estou trabalhando em conceitos."

"O potencial está na mente de alguém."

"O que realmente nos cansa é o pensamento."

"Dois tipos de lógica são usados: indutiva e dedutiva. Indução é raciocinar de experimentos particulares para verdades genéricas. Dedução é começar do conhecimento genérico e predizer uma observação específica. A solução de problemas que são muito complicados para serem resolvidos pelo bom senso é atingida misturando induções e deduções. O  programa correto para essa trança de induções e deduções é formalizado como um método científico."

"Um experimento não é nunca uma falha somente porque falhou em atingir resultados previstos. Um experimento é uma falha se também falha no teste da hipótese em questão: quando os dados produzidos não provam nada, nem de um lado nem de outro."

"O que pensamos como realidade é uma contínua síntese de elementos de uma hierarquia fixa de conceitos a priori e de dados mutáveis dos sentidos."

Quais são os seus conceitos a priori?

"É contraditório, mas se você realmente não se preocupar com algo, você não saberá se este algo está errado. O ato de identificar que está errado é uma forma de cuidado e preocupação."

"O artesão decide a todo momento. Seus movimentos estão em harmonia com as máquinas que usa."

"As respostas não estão nos galhos, estão nas raízes."

"Imitação é um grande mal."

"Espere mais um pouco."

"Definições são os fundamentos da razão."

"Uma coisa existe se, sem isso, o mundo não puder funcionar normalmente."

"Se você não pode fazer a distinção entre bom e mal, eles desaparecem" (da sua realidade).

Qualidade é evento e causa.

"O passado existe apenas em nossas memórias, o futuro apenas em nossos planos. O presente é nossa única realidade."

"As pessoas teem diferentes visões de Qualidade porque elas são diferentes em termos de experiências."

"Qualidade é a resposta de um organismo (ou organização) ao seu ambiente."

A que você responde? A que a sua organização responde?

"O verdadeiro trabalho de um inventor consiste na escolha entre combinações, de forma a eliminar as combinações sem uso, ou melhor, evitar o problema de fazê-las. As regras que devem guiar esta escolha são extremamente delicadas. É quase impossível declará-las precisamente: elas precisam ser sentidas, mais do que formuladas."

"Você tem que ter algum sentimento pela qualidade do seu trabalho. Você tem que saber o que é bom. Isto é o que o leva adiante."

"A raiz da palavra "tecnologia" - "techne" - originalmente significou "arte".  Os gregos nunca separaram arte de manufatura em suas mentes e por isso nunca criaram palavras separadas para as duas palavras."

"No momento de qualidade pura, sujeito e objeto são idênticos."

"Paz mental não é superficial em trabalho técnico. É fundamental."

"A paz mental produz valores corretos, valores corretos produzem pensamentos corretos, pensamentos corretos produzem ações corretas, e ações corretas produzem um trabalho que refletirá qualidade para outros."

"A idéia que a mente de uma pessoa é acessível a outra é apenas uma ilusão conversacional."

Para entender a realidade como ela é, não podemos cair em armadilhas pessoais provocadas por rigidez, ego, ansiedade, tédio e/ou impaciência:
  • Rigidez - Analise seu ambiente para ver se "o que você pensou que era importante era realmente importante. O problema pode não ser tão grande como você pensa, nem os fatos tão pequenos."
  • Ego - "Se você tem uma muito alta avaliação de você próprio, sua abilidade de reconhecer novos fatos está enfraquecida. Seu ego lhe isola da realidade. Quando fatos mostram que você falhou, você não admitirá. Quando falsa informação lhe faz parecer bem, você acreditará."
  • Ansiedade - "Você está tão certo que fará tudo errado que tem medo de fazer qualquer coisa. E ainda conserta o que não precisa ser consertado e procura soluções imaginárias."
  • Tédio - "Você perdeu sua mente de iniciante (entusiasmada). Seu nível de energia está muito baixo e você precisa preenchê-lo antes de qualquer outra coisa."
  • Impaciência - "A impaciência é sempre resultado da sub-estimativa do tempo necessário para se fazer algo."

"Diferenças de mitos direcionam diferenças de comportamentos."

"Sempre condenamos mais nos outros o que mais tememos em nós mesmos."

Você é retórico (usa o discurso) ou dialético (usa o diálogo)?

"Temos que prosseguir até achar o que está errado ou descobrir porque não sabemos o que está errado."

Nenhum comentário:

Postar um comentário